Sábado, 29 de Novembro de 2008

Abro um envelope...

Abro um envelope.

de uma manhã açucarada,

um desejo de ti,

numa noite deslavada.

Se dum lápis, fizesse realidade,

aqui estarias,

junto de mim, em verdade.

Serão pérolas,

esse olhar de cristal,

um toque apaixonante,

meramente divinal.

Teus traços, eloquência dormência,

de uma textura, carenciada brancura,

de uma macieza,

leve pureza.

Peneiras o perfeito,

do meu deleito,

fazes descrever, um ser sonhado,

brilhas em mim,

num sol prateado.

Se da lua te fizesse,

se do manto de seda,

casulo houvesse,

luar desprovido,

amar contido.

Que as ilhas tombem,

que os faróis se acendam,

que a maré escoe,

e nos leve num aportar,

num comum estar,

num eterno amar.

 

Flipe

 

publicado por flipe às 09:52
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Abro um envelope...

. Não me deixes assim...