Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Assim...

Assim idealizo o nosso reencontrar,

as nossas lágrimas,

vivem, existem,

pelo nosso abraçar.

Assim como a água escoa num sentido,

assim o nosso amor,

será vivido.

Assim como a lua tem o sol,

e o mar a areia,

assim eu,  naufrago por ti – minha sereia.

Assim a tua dor será minha,

e o meu amor teu,

e cada estaca em ti, será arrancada,

em mim cravada.

Quando sorrires, eu sorrirei,

quando as tuas lágrimas escoarem,

eu as colherei,

o que fores eu serei,

quando não fores,

eu te levantarei.

Flipe

 

publicado por flipe às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Assim...

. Oh mar bravio…

. Pingo de mel…

. Caminhando...

. Como seria...

. Um dia sem senão...

. Frio...

. Sinto-te perto...

. A espera...

. Acordo querendo esquecer....

Hug
Photobucket