Domingo, 5 de Janeiro de 2020

Diferente

Diferente

Serei diferente?... Sim, eu sonhei, e até amei, mas…

Toca o dia, e corro, e drogo-me, como se o dia, fosse algo, que sugo,

e uso, mas logo, toca o recolher; aquele, aquele monstro,

que sussurra, e me mostra, que nada parece certo.

Onde vou?, o que sou?, ou não sou… O que quero…?

nem quero amar, fugo, fugo apenas, não querendo nada,

nem tão pouco arriscando, e talvez amando.  Não sei,

nada sei, nunca soube, somente este sentir, de nada,

de quase nada, se mantêm. Vejo a alegria, vejo aqueles que idolatrei,

virarem muito pouco, vejo um depois sem ninguém, vejo um amanha que não quero ver,

um algo sem significado, perdido. Que sensação é esta de não pertença,

de querer, mas sem querer, de uma viagem que parece perdida.

Nem quero saber, se antes escrevia, e ponto a ponto,

a ouvia, agora, não vejo razão, emoção, não vejo o que via;

vejo a morte, um sentido de injustiça que molda quem é justo,

vejo um elo que perdi, uma corda que partiu, um quase nada que sou.

Busco no passado o que me fazia ser, mas nem isso,

parece ser. Preciso… de um sonho,

de uma certeza, de morrer ou até nascer, preciso de uma mão,

que me puxe e me leve, até onde pertenço,

pois neste mundo, apenas um ponto final,

escrever enoja-me e enjoa-me, escrever e ser,

aqui,

é morrer.

publicado por flipe às 20:45
link | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Janeiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Diferente

. Esqueço

. Escrevo...

. Dói.

. Lágrimas

. Morrer

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Inspiração

. Só.

Hug
Photobucket