Sexta-feira, 14 de Março de 2008

insegurança......

Insegurança...

Numa voz, numa presença,

num estado ou numa sentença,

o calor aquece, e a vermelhidão aparece.

Tudo passa a ser desiquilibrio,

não sou, o que sou,

não faço, o que quero fazer,

e as palavras, deixo de as ter.

Depois, desatino...

o ter feito, o ter agido, o ter falado,

nada do que tinha planeado.

Uma dor em descontrolo,

um dor imcompreendida, não entendida.

E em ciclo, outros olhares,

outros julgamentos, outros momentos,

o ciclo aumenta, o acto fugido apresenta,

e a solução? sair, fugir da situação.

Assim, se tu me compreendes,

e se assim vives, não faças esquecer,

e  procura me conhecer.

No fim, justiça,

merecimento, resignação,

se assim sou, é porque outrora fiz sofrer,

quem como eu assim vive o viver.

Filipe

publicado por flipe às 14:11
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De luadoceu a 14 de Março de 2008 às 20:05
é o que sinto agora

De Bel a 16 de Março de 2008 às 04:47
Segui o teu conselho...cá estou, pois vim procurar-te... tu achaste-me eu segui os teus passos.
Volta estarei à tua espera!
Beijitos e um bom domingo
De apoesiadaisamar a 16 de Março de 2008 às 18:10
Olá!
Mais uma vez adorei o que li. É incrível como conseguimos colocar no papel aquilo que nos vai na alma...
Boa escrita!
Isabel
De flipe a 18 de Março de 2008 às 17:16
Olá. Obrigado pelos elogios que me fazes, retribuo, nas mesmas palvras, mas enaltecendo ainda mais akilo k escreves, isso sim, é verdadeira poesia, de mim apenas rabiscos sentidos...Mas obg. E desejos de tudo d bom p ti..........bjos....Filipe
De Bel a 17 de Março de 2008 às 00:27
Boa noite querido Filipe...
O meu domingo foi calmo e tranquilo não tive emoções fortes, mas também não senti aquela tristeza que por vezes me invade.
Não sei se acreditas em Deus, acreditas? Eu hoje sentei-me no meu carro, a ouvir a natureza, fechei os olhos e ouvi a água cair, depois falei com Deus...sim falei, pedi uma luz, um caminho, pedi um amor verdadeiro, puro, fiel, amigo, companheiro, um amor único com que sonho. As lágrimas caíram-me , não de tristeza, mas por um auxilio.
Gostei do teu comentário, animaste-me a tarde, adoro a forma como escreves. Em tudo o que escreves o que encontro lá é o amor e tenho a certeza que o encontrarás, porque tu mereces.
Eu sou uma rapariga também muito jovem (20 anitos), sou a Bel e tive/tenho muito prazer em te conhecer. Tb não sei de onde vens, como és, com o que sonhas, mas tens algo que admiro muito e que nos dias que correm é cada vez mais difícil encontrar e acreditar...o AMOR, esse amor de que falas e da forma como falas.
Sabes um dia um amigo disse-me que o meu mal é que não tinha paciência para esperar por esse amor, que deveria ter calma que quando menos eu espera-se ele aparecia à minha frente.
Então digo-te quando menos esperares ela aparecerá, pois alguém que acredita no amor verdadeiro tem todo o direito a vive-lo da forma mais longa e intensa.
Espero por o teu regresso ;)
Beijinhos e uma boa segunda feira
Bel
De flipe a 18 de Março de 2008 às 09:33
Olá...bom dia... ontem respondi para o teu mail, mas fikei a pensar se tinhas visto...e como estou na dúvida, estou agora a escrever isto p k saibas k foi p lá k respondi...penso k será o teu mail, akele k está no teu blog. beijinho, e continuação d um exelente dia... Filipe

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Entrelaço e desfaço

. Esqueço

. Desespero

. Para ti... que não conhec...

. Quebro...

. Quem sou… ?

. Escrevo...

. Talvez...

. Dói.

. Simplesmente não consigo

Hug
Photobucket