Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Flor, tu que espero.......

Linda tarde de Verão,

numa experiência de velhinha,

numa briza quentinha, de fáceis carinhos,

de serenos miminhos.

Esta briza que em tudo me compreendia,

que em tudo me ouvia.

O espaço, o tempo, o envolto,

tudo era pintado, um quadro.

Caminhava naquela rua,

em gestos traçados...

...e uma flor surgiu,

sozinha,

ali estava, oscilando,

esperando....

Seus sentidos, tecidos,

suas pétalas, brancura,

seu olhar, secura.

Levar-te, transplantar-te,

no vaso que sou,

na flor que és,

na terra que faremos brotar,

nos rebentos que faremos amar.

Não haverá frio, nem calor,

nem jamais desunião,

apenas um profundo amor,

apenas uma imensa paixão.

Filipe.

Para esta flor, que não sei se é uma rosa, uma orquídea, um cravo, ou não sei... mas que lhe peço, que não seque nunca, que espere por mim....................................

publicado por flipe às 15:53
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De luadoceu a 5 de Março de 2008 às 19:27
uma flor regada com amor e carinho
uma flor cujo cheiro de quem se ama jamais se apaga
quem nao gostava de ser uma flor de alguem

ha des ter a tua flor...nao importa que flor, mas e sempre uma flor, com a sua beleza interior e se for exterior ate melhor, mas a interior vale muito mais

e com rebentos lindos fruto da união ...melhor ainda...))
estas bem?
bjo doce

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Talvez...

. Dói.

. Simplesmente não consigo

. Sopro o agora

. Morrer

. Poderia partir

. Não consigo

. Cerca-me um medo

. Seguro-me

. Por entre linhas

Hug
Photobucket