Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Inspiração

Diria inspiração,

ao amor que trago,

no meu coração,

diria um sonho,

um desejo estado,

aquele que sou,

por ti gelado.

O pingo é papel,

suavemente desliza,

cai e rasga,

infindo e vazio,

a tua falta,

frio, apertado cordel.

Já não bate, exclama,

já não fica quente, aqueçe,

já não espera para ser,

faz-se ser, no fundo não é,

espera apenas,

por ti poder.

Aperto apertado,

amor gelado,

voz rouca, imensidão de desejos,

de sonhos, de vagueares perdidos,

onde bastaria um gesto,

um olhar, um sim,

o teu chegar,

o teu amar.

flipe

publicado por flipe às 15:48
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Sónia Maria Da Fonseca Pereira a 3 de Março de 2010 às 20:57
lindo demais mesmo...no words!
De flipe a 10 de Março de 2010 às 15:09
obrigado pelas tuas gentis palavras, as minhas... meros sentires q deixo esvoaçarem...

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Simplesmente não consigo

. Sopro o agora

. Morrer

. Poderia partir

. Não consigo

. Cerca-me um medo

. Seguro-me

. Por entre linhas

. Lágrimas

. Não sentir

Hug
Photobucket