Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

Brisa do mar..

Brisa do mar,

que te deixas sussurrar,

voa, eleva-me no teu voar,

e deixa-me no meu aportar.

Nesse voo, concede-me as asas,

de um anjo ser, o amor,

de poder ser, de poder ter.

Ouve o desesperar,

de quem me espera amar,

o sufocar,

de quem precisa do meu abraçar.

Sente o bater, do nosso ressoar,

o entrever, do nosso resfriar,

e cede um instante, do acontecer,

um acaso decorrer.

Horizante…,

mil seres decorrem em ti, mil encontros,

mil toques olhares,

cede atenção, no nosso coração,

cede destino no teu lugar,

e permite-nos encontrar.

Seguro o ceptro, do voo tomado,

as plumas, no toque esperado,

e subo sem medos, de asas abertas,

até descer, até te ver..

Nesse momento, colherei as minhas asas,

e nelas te envolverei, tomarei de ti,

o breve duvidar, e o transformar,

num brilhante recomeçar.

De candeia na mão,

não mais te deixarei sem luz,

de espelho no meu olhar,

não mais duvidarás, do teu brilhar,

em tudo um traço ternurento,

um gesto carinhoso, um eterno momento,

em tudo amor delicadeza,

pura nobreza.

Flipe

 

publicado por flipe às 12:28
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De taniam_heidi a 19 de Dezembro de 2008 às 20:38
Oi, Filipe. Escreve sempre dos teus sentires... mt bem. Jnhs e Bom natal.
De flipe a 20 de Dezembro de 2008 às 23:39
Olá Tânia... obrigado pelas tuas palavras, pela tua visita, pelo teu carinho e atenção... Muitos beijinhos também, e um Ntal cheio de amor, de paz, de luz...

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Simplesmente não consigo

. Sopro o agora

. Morrer

. Poderia partir

. Não consigo

. Cerca-me um medo

. Seguro-me

. Por entre linhas

. Lágrimas

. Não sentir

Hug
Photobucket