Domingo, 30 de Novembro de 2008

Um pingo lá do céu...

Um pingo lá do céu,

que vi caindo,

era apenas uma gota,

de um voo sorrindo.

Caiu no parapeito,

e ao deslizar,

num sozinho gotejar,

senti-a triste.

Em pressas abri,

em delicadezas, a segurei,

em ternuras, a levei;

era uma gotinha, tão pequenina,

tão pura, tão insegura.

Não quis que acabasse,

assim, sem magia,

mas que fosse,

gota de alegria.

Coloquei-a na minha face,

e por forças, deslizou,

num momento tão brilhante,

que tudo cessou.

Esta apenas gotinha,

foi em suficiência,

complemento carência,

um abraçar, de uma gotinha,

a me amar.

No entanto, só, deslizava,

e em tudo me tocava;

assim, de mim,

uma gota nasceu,

escorreu,

e em reflexos de solidão,

uniu-se nesta,

numa total perfeição.

Não deixei, que o seu deslizar,

terminasse, e acabasse,

colhi-as, e cravei-as no meu coração,

são e serão, sinal de amor,

de testemunha união.

Flipe

 

publicado por flipe às 12:34
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 30 de Novembro de 2008 às 18:12
Tambem tu em cada poema pintas uma nova paisagem... em que o tema central é o amor... o teu amor... é incrivel como colocas tanta ternura nas tuas palavras e deixas fluir tanto carinho, tanta simplicidade, tanto sentir. Hoje, e com alguma pena minha a neve despediu-se com os primeiros raios de sol... mas acho que levou todos aqueles sentimentos maus... o sol sorriu para mim.. e eu consegui retribuir-lhe um sorriso grande... a noite caiu, está tanto frio lá fora...e um nevoeiro esquesito, impede-me de olhar as estrelas nitidamente, mas eu sei que elas estão lá a sorrir para mim, e a sorrir para ti... estão a olhar por nós... estou sentada á lareira neste momento, o estalar da lenha a arder e o calor que ela emana reconforta-me, envolve-me embala-me... quero partilhar contigo este calor...
Muitos beijinhos e um xi-coração... bom resto de domingo e boa semana
De flipe a 30 de Novembro de 2008 às 18:51
Tão bom, as tuas palavras.. tão confortantes.. tão ternurentas... carinhosas... se sentia frio, este cessou, de um nda... causa deste amor, que de ti vem, e me alimenta, fazendo m krer cada vez mais sentir td o k és, o k escreves... A neve foi se, mas alguns raios d sol, transpareceram, esteja como estiver o tempo lá fora, nunca deixes anoitecer o tempo dentro de ti... seja sol, ou a brancura da neve.. sê o, como és, simplesmente tu... bela, e incrivelmente sensivel, "algodão doce", de um sabor unico e especial... SEmpre te digo, obrigado, mas por mais obgs, q possa dizer, serão insuficientes, p descrever o tão maravilhoso q foi, k é, k sempre é, ler t... ouvir t d certa forma.. A tua lareira... obrigado por partilhares cmg, mais este momento tão especial.. pode~rá n sê lo p mts, mas o estarmos bem, o sermos felizes, é nestas pekeninas coisas, k assim acontece.. e estares á lareira, colhendo o seu calor, os seus estimulos d pensamentos, de inspirações... é sem dúvida, tão, tão reconfortante. Aki em baixo, raramente se acende a lareira, o frio é menos, e esses momentos são raros... mas recorda m, tão bem, em momentos d pekenino, qd no susurrar do regresso, ouvia esses estalinhos, k m faziam sorrir... esse calor, esse união, em volta de um calor comum... FEcho os olhos, e sento m ao teu lado, nesta lareira, sei k estou aí, o meu corpo está aki, mas eu por momentos sinto m aí, perto d ti... pois n tenho frio, pois sinto tal qual estivesse junto da tua lareira, do teu calor... obrigado, e mts beijinhos tb, e um abraço mt apertadinho... mt... uma boa noite p ti, e ... um bom feriado...
De rapazmisterio a 5 de Dezembro de 2008 às 16:06
a uniao procurada a uniao encontrada..nesse momento eterno nesse momento que poderia estenderse pro resto da noxa existencia, axim o desejamos axxim queremos axim nao temos..tdo parece magico tudo é realmente magico naquela perfeita junçao, melhor seria impossivel, naquele toque, naquela comunhao de factos de sentimentos de seres...
q sorte dessa gota dessa gota q encontra outra dessa gota que sem saber amou e ama feita agora duma so feita agora duma bela representaçao de amor que nos trazes aqui duma representaçao q mais nada tem q nao uma bela demonstraçao de toda a imensidao q vai dentro dos nossos coraçoes..é tao bom ouir tuas palavras,ouvirte neste dia chuvoso frio triste, mas tuas palavras alegramme e daome mais força mais força pra continuar a escrever pra continuar a comentar os teus posts ;)
De flipe a 6 de Dezembro de 2008 às 16:22
Obrigado "amigo", e jamais precisas d agradecer, somos dois rostos diferentes, duas vidas diferentes, dois caminhos q provavelmente nunca s tocaram, mas o q nos une, o q nos aproxima, é o comum amor, o comum desejo d amar, d ser esta gota, e d krer infinitamente k a gota q esperamos s revele, e nos fça n ser esta gota, k cai sozinha, k desliza cm medo d derrapar, mas uma gota, unida, numa outra, num apoio verdadeiro, num abraço, k nos toque, k nos faça sentir tão seguros, qt professamos a palavra amor, n seu kerer, no seu desejar... na sua inteira pureza, envolta nobreza... E eu? k digo de mais, k n simplesmente o desejo d sentir, d existir, d krer ser, num desejado lugar, num mágico estar... n material, n na comum descrição d união... mas nequele perfeito açucareiro, em q em cda pontinho, existe um pontinho dçucar, assim seja, connosco, com o nosso lar, com o amor q somos e kremos ser.. AbraÇO

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....