Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

incompreensão.

Sorriram, e eu…

não sorri.

Olharam, e eu…

não olhei.

Quiserem ser,

e eu…

não fui.

Não mais serei,

o que não sou,

não mais direi sim,

ao que de mim,

é não.

Outrora fui molde,

cambaleando,

entre o suposto social,

entre o grito,

modal;

hoje,

sou uma mero menino,

despido,

a um cantinho,

brincando sozinho.

Pego no meu lápis,

e na parede,

escrevo amor,

faço da luz,

a sua cor,

e da paz,

o seu pendor.

Com isto,

muitos não olham,

outros, duvidam,

outros, dizem-me para crescer,

outros ainda,

parecem-me compreender;

o que sei,

é que de todos,

haverá um ser,

que reconhecerá,

no meu aguardar, o seu esperar,

no meu pintar, o seu amar,

na minha pintura,

o seu assinar,

em tudo,

o seu estar.

 

flipe

 

publicado por flipe às 21:57
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De flipe a 10 de Outubro de 2008 às 20:40
Verdade aquilo q dizes, e tb acredito, um dia seremos mais e melhores... mais seres de um ser de estar, e não somente, num representar... Fervemos, sim, demais, e só no limiar, deixamos, levantar, essa rolha... mas ... sós... como q se apenas nós soubessemos acolher esse sofrer... no entanto o dia chegará, o ser virá, e o nosso amor, poderá amar, e viver, sem contenção, sem solitária emoção..
beijinhos e obrigado... sempre obrigado...
De aquela a 10 de Outubro de 2008 às 21:56
Temos de mudar sempre para melhor, eu acredito nisso.
Parece que ninguém nos compreende e vivemos ali naquela solidão, com aquela "rolha". Claro, o amor terá que vir, mais cedo ou mais tarde, mas terá de chegar, e aí, sim, seremos compreendidos e verdadeiramente felizes.
Bijinho e obrigado eu!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Dói.

. Simplesmente não consigo

. Sopro o agora

. Morrer

. Poderia partir

. Não consigo

. Cerca-me um medo

. Seguro-me

. Por entre linhas

. Lágrimas

Hug
Photobucket