Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Estou aqui, sem ti...

Estou aqui, sem ti,

neste deserto de cactos,

de vazios tractos,

onde um encontrar,

de um não picar,

é um raro salutar.

Faço perguntas,

vazias questões,

junto palavras,

sílabas, em condenadas,

sensações.

Contemplo a esfericidade,

e em tanto,

apenas opacidade,

apenas crueldade.

Gritemos!!!,

sim à liberdade,

no amor, na verdade;

sejamos andorinhas,

de voos abertos,

sem capas, nem tectos;

sejamos imateriais por medida,

cheios na vida.

Abramos as asas, e voemos,

nesta noite, sem parar,

sem perguntar,

voemos,

até ao limiar,

do mágico lugar,

do perfeito estar,

do esperado amar.

Voemos,

e amemos,

apenas.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 21:07
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De Sara* a 3 de Setembro de 2008 às 18:27
Obrigada... ^^
Posso adicionar-te...?? =)
bjx
De flipe a 3 de Setembro de 2008 às 21:19
de nada, e claro que podes, se n t importares vou tb adicionar te... beijinhos e bg, sempre.......

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....