Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

Eco vazio...

Eco vazio,

que ecoas amando,

que ecoas pedindo

um retorno em todo o querer,

em todo o querer dar,

em todo o querer amar.

Eco, de silêncio,

de uma canto escondido,

de um lugar tecido,

de um sonho sonhado,

aquele em que o tempo transiste,

que o espaço desiste,

aquele… aquele…

 aquele olhar que já cantei,

o abraço que já implorei,

a amizade que já contestei..

Tudo isto, que propus à realidade,

para que traduzisse todos aqueles,

e me fizesse complemento,

de um real momento,

dum amor que não mais quer se acomodar,

mas sim dar,

dum vazio que não mais quer ser,

mas sim, receber.

Será este o meu destino,

escrever nesta vida,

sem saborear;

o doce momento de um beijar,

o eterno momento de um apaixonar,

a vida a te amar.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 22:51
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Marianne :'D a 3 de Julho de 2008 às 15:15
Olá!!

Como já deves ter reparado, tento comentar todos os teus posts, e já vi alguns dos teus textos,mas este é,sem sombra de dúvida, o meu favorito . . . .

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 44 seguidores

relojes web gratis

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Simplesmente não consigo

. Sopro o agora

. Morrer

. Poderia partir

. Não consigo

. Cerca-me um medo

. Seguro-me

. Por entre linhas

. Lágrimas

. Não sentir

Hug
Photobucket