Domingo, 3 de Maio de 2009

Uma onda...

Uma onda veio e levou-me,

embarquei na costa do amor,

onde as tuas palavras,

o teu ser,

me fizeram largar tudo,

e partir.

Chamaste-me,

tomaste-me,

acreditei,

e jurei...

Vi,

e parti,

por ti...

Não olhei,

nada levei,

somente em ti,

me alimentei.

Partímos,

mar dentro..

Despojei-me,

e nem linha deixei,

nem outra margem,

idealizei.

Eras tudo,

e apenas tudo,

acordar,

e estar,

em tudo,

te amar.

Foi nas águas da promessa,

de um dia em que te perdi,

e sem ti,

caí.

Navego agora,

num mar doce,

desconhecido,

onde levo o teu toque,

embuido.

Nada sei,

um efeito de causa,

de um não saber,

sem ti viver.

O bem faz-me estar,

um novo renascer,

num novo dar.

Aprendi,

e contigo,

renasci,

prometi,

e por ti,

me perdi.

Não perdido,

sou eu,

apenas eu,

um toque em amor,

ternura ingénua,

carente clamor.

Flipe

tags:
publicado por flipe às 20:09
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De sp a 3 de Maio de 2009 às 21:11
Olá... Fico feliz por ver que voltas-te a escrever... É bom sentir novamente cada palavra tua... o teu sentir novamente aqui presente... As tuas palavras são lindas... embora retrates uma onda que veio e partiu, mas que ainda deixou muito de si, em ti... é sempre dificil ver partir um amor, principalmente quando nos entragamos ao outro de corpo e alma... sim a tua alma gémea anda por aí e um dia irá ao teu encontro... e a minha também... eu acredito que sim... tu ensinaste-me a acreditar no Amor... por isso tenho de acreditar que esse ser me espera...
Beijinhos e um enorme abraço apertadinho Obrigado por estares de volta! É bom ler-te, é bom sentir-te aí, aqui...
De flipe a 14 de Maio de 2009 às 15:10
olá... obrigado pelas tuas palavras, sempre imersas deste amor k nos caracteriza e determina akilo k somos... é verdade... voltei por instantes... e escrevi... n parece igual... as palavras n soam igual... n tecem o k antes teciam... algo mudou... o amor é o mm... mas tão diferentes.. procuro agora reconhcê las... talvez mm conhcê las... pois um novo bater... ressurge novas palavras... mtas k despontam... como flores em jardim selvagem... lindas mas desconhecidas... obrigado... por estares ai... aki... dentro... tão perto e tão longe... um beijinho enorme... e o nosso xi coração... o d sempre... o d sempre...
De sp a 10 de Maio de 2009 às 17:31
Mmm já vi que voltaste a desaparecer... Espero que estejas bem...
Beijinhos
De flipe a 14 de Maio de 2009 às 15:17
olá.. é verdade.. apareci... e aki estou ... pronto ou n... renovado ou n... sou eu, o mm, diferente, igual, n sei... teço palavras... num novo código, num igual dicionário... o amor...
Beijinhos
De Ariana a 12 de Maio de 2009 às 19:30
Nossa que lindoo ...Ao ler esse poema, eu vivi por alguns instante isso.Ou melhor revivi em lembraças .
Todos nós somos como ondas que vem e que vão, as vezes suaves e calmas, as vezes como fortes ondas que nos levam,nos arrastam .Todos nós já vivemos isso em algum momento da vida ou como a onda que traz e leva, ou levado pela onda...
mas o importante é magia que fica que nao se apaga jamais....
Um enorme abraço e que vc seja sempre essa inspiraçao de pessoa,nos levando a sonhar, a reviver, a recordar e a desejar algo diferente!
De flipe a 14 de Maio de 2009 às 15:16
Obrigado Ariana... Teces m palavras demasiado elogiosas, para o meu simples trilintar... k agora ressoa desconhecidamente... mas imerso do sempre fluido... o amor universal... as ondas vão e vêm... as aprendizagens, vêm e ficam... o amor... n vai, n vem... é, e existe... brota... germina... é tudo... e somos nós.... E esta onda k teço, n foi uma onda, foi uma cheia... k m varreu mt do k tinha na praia... ei fikei... aprendi... e aki estou... colhido... por uma nova areia... k s molda... num novo ser... akele k olho... e vejo... e n krendo ver... entra por mim a dentro... tal fosse alimento... necessário alimento p respirar... Beijinhos e obrigado pelas tuas palavras...
De Branca a 14 de Maio de 2009 às 18:09
Nao meu querido nao estou sendo demasiada em minhas palavras ao elgoiar seus versos..É a verdade que sinto quando leio.
Talvez remeta surpresa em ti, como dissesse:um som que ressoa desconhecidamente.Antes talvez nao pronunciado por mim e ouvido por ti!!

bjs

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket