Sábado, 6 de Dezembro de 2008

Pingo de mel…

Pingo de mel,

nectarina,

lua divina,

cheia, luminosa,

luz de Vénus,

poema de sonho,

de um encanto,

eterno canto.

Apraz e suave,

esperada liberdade,

se do meu lenço,

fizesse coração,

e o meu ombro,

simplesmente chão,

sedento estaria,

se o teu sofrer, aqui estivesse,

aqui quisesse,

assim seria.

Biqueiras, condutos telhados,

mensagens escondidas,

que do cair, tecem desenhos,

de um escondido sentir;

se teu nome, aí encontrasse,

se teu gesto, aí saudasse,

nem o pranto molhado,

nem o olhar acidificado,

me fariam, não ser,

não estar,

no teu colo,

a chorar..

Não num choro perdido,

contido… sofrido…

mas… gotas, de um secura,

demasida perdura..

orvalhadas, de um extasiando,

completo esperando..

doce, doce, memorando…

Se no calor, do teu amor,

fosse presente este ausente,

e se no meu apaziguar,

fosses destino, do meu amar,

nem o mel, nem as rainhas abelhas,

poderiam entrelaçar,

tão puro, tão açucarado,

unido estado,

lar amado.

Flipe

 

publicado por flipe às 16:48
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De rapazmisterio a 7 de Dezembro de 2008 às 18:57
lar amado que ansiamos entrar entrar pra nunca mais sair, embebedandonos desse pingo de amor desse pingo eterno, saboreado num momento saboreado num eterno momento, nunca antes sentido, sempre desejado, sempre ansiado e agora desfrutado em toda a sua plenitude, em toda a sua magnitude, hoje, amnha, para todo um sempre.. oh mel tanto q anseio por te provar, por provar teu nectar divino divino de amor divino de ser, de existir..onde estas, onde te escondes, onde te posso encontrar..nao me ignores, nao me fujas, nao me faças desesperar por mais, nao me faças implorar, pois sabes q nao resistirei q nao conseguirei sobreviver sem mais uma gota, gota tao desejada, gota tao apreciada, gota tao saudada, saudade q invade nosso coraçao, desejo que invade nosso corpo, nossa lam nosso destino, e faznos sofrer numa procura por ti numa procura infindavel incessante inesgotavel, unica, excessia, saborasa mas sofrida..pingo de amor nao fujas...
De flipe a 8 de Dezembro de 2008 às 10:18
Sim..."pingo de amor nao fujas".. e que este pingue sobre nós, no hj, no amanhã, no sempre.. este pingo k esperamos, este pingo k ansiamos, este pingo, tao puro, tão delicado, tão sensível, este pingo... soubesse eu onde estaria, soubesse eu onde ele pingaria, e eu... mesmo na imensidão de abelhas, na suas ferroadas mortais... e eu ali estaria, pronto p resgatar o pingo de mel, este amor, k de tão perto, k d tão próximo, é no seu exesso, uma ausência, no seu transbordar, uma secura, no seu remédio, uma doença... K este pingo, venha sobre ti, sobre tds, e k assim, tds nós possamos, ser este lar, este conforto de uma colmeia, onde o mel d amor, brota unliteralmente... numa cumplicidade perfeição.... num complemento paixão... Obrigado pelas tuas palavras, tão profundas, tão sentidas... foram, em pura verdade, imersas do teu verdadeiro eu... como sempre, mas estas são um espelho d cada batimento teu... Abraço e sempre obg---------

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket