Sábado, 22 de Novembro de 2008

Piratas de Sonhos...

Piratas de Sonhos,

de marés envenenadas,

jorradas, por entre pinceladas,

tristes olhares,

culminantes, desesperantes,

que levam palhas, em fogo pascal,

de um infinito poço,

fundo abismal.

Partisse o sol,

escoasses os mares,

evaporasse os oceanos,

e a terra, revolveria,

num igual calhau,

pedra dura, caule pantanal.

Príncipes, fiadeiras de um rastilho,

culminar profundo,

ali, no revés, de um fechar,

ali, num amanhã a chegar;

que a âncora levante,

que o céu encante,

que o livro se encha de palavras,

de uma memória,

verdade pura.

vulcão de sonhos,

liberdade de sentires,

de imergires.

Que se verta, o que estraga,

que se esfrie, a febre efeito.

o momento deleito,

e se apague as velas, num frasco contínuo,

de um só luminescência,

a transparência,

a inocência.

Flipe

 

publicado por flipe às 16:34
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De rapazmisterio a 22 de Novembro de 2008 às 18:44
A própria vida não passa de um sonho, um sonho violado por seres alheios, peritos em nos dificultar, obrigando-nos a proteger aquilo em que acreditamos, aquilo que por direito nos pertence, aquilo que mais desejamos. Avida é um sonho doloroso que nos surge numa vez em toda esta eternidade e cabe-nos a nós aproveitá-lo ao máximo retirando dele todo o sumo, todas aquelas vitaminas que nos fazem crescer, crescer enquanto almas que somos, contidas nestes corpos imaturos, que nada representam aquilo que somos por dentro, enquanto almas, enquanto seres com personalidade com caracter, de uma infnidade de sentidos totalmente escapatórios para tantos outros para tantas infinidades de coisas.
A vida não passa de um sonho de um sonho que só se torna pesadelo se o deixarmos. Mas quem sou eu para falar se muitas vezes, por seres alheios ela se torna num pesadelo sem qualquer sentido sem qualquer culpa nossa, invadida por piratas de todos os mares dos oceanos mais profundos, mais perigosos, mais tumultuosos.
Quem sou eu para falar...
De flipe a 22 de Novembro de 2008 às 23:25
Concordo plenamente contigo, somos realmente almas (espiritos), confinados nestes corpos, e condicionados, a sentidos em parte materiais, mas de um infinidade de vida, de existência, de progressão, de crescimento... E isto, é apenas um sonho, um momento em k tocamos um instrumento - o nosso corpo - para que com ele nos melhoremos, e com ele nos façamos evoluir, moralmente, e intelectualmente.. MAs neste mundo, neste mar, neste oceano, muitos são os peixes, q vêm, não água, mas um misto de um tudo, e na verdade de um nda, mas de uma vida limitada, dizem se donos do mundo, seres vencedores, qd rapidamente verão, o sonho em k estão, qd acordarem, nos sentidos k têm, e k são verdadeiramente.. Digo tudo isto, mas sou um poço d erros, de imperfeições, de moralidades de pensamento, qd muitas vezes as acções falham, o krer falha, o dever falha..
Acabo dizendo o k dizes... "Quem sou eu para falar"..
Abraço e obrigado
De anitaakutx a 22 de Novembro de 2008 às 20:47
tu compreendes-me bem...conseguíste dizer coisas que sinto e que muita das vezes nao consigo exprimir por palavras...obrigada digo eu....
tens tanto jeito para escrever...ao contrario de miM...os sentimentos tao ca dentro mas quando toca para passar para o papel...ui ui
Olha sera que me podes dar o teu mail??para conversarmos melhor??

Bjinhoo

Bgda =D
p.s: este texto ta bue lindo, consegues transmitir perfeitamente os teus sentimentos e isso é mtuito bom
De Anónimo a 23 de Novembro de 2008 às 15:18
Sinto-me indelevelmente triste e só...uma união perfeita para a dor... as lágrimas cobrem a minha face sem que eu perceba porquê...algo está errado comigo... procurei sentir o amor, mas fui rejeitada por ele, procurei esquecer e acabei relembrado o passado, procurei esvoaçar por sorrisos e acabei envolta num vale de lágrimas... os sonhos... já não sonho...perdi-os numa batalha que não era minha, perdi o tempo que o futuro me reservava... perdi a vontade de viver... nada faz sentido... o sol brilha lá fora, mas eu só vejo nuvens cinzentas tristonhas... tenho medo...medo de tudo, do futuro, deste silencio perturbador... desculpa... se aqui deixo as minhas lágrimas, descupa se aqui deixo as minhas incertezas, desculpa por tudo... desculpa..................................
De flipe a 23 de Novembro de 2008 às 15:56
N sei como, nem pk, mas agora mm senti necessidade d aki vir... e o k vi... uma tua msga... Podia dizer te mil palavras, podia dizer mil maravilhas sobre ti... tantas qtas já disse... mas mais ainda... que és um ser lindo, q és um ser de una enorme sensibilidade, de amor... de um krer único.. e nesse krer está apenas o ser amada, o amar, está apenas um krer caminhar podendo sentir cda dia esse amor.. n t conheço, mas isto k digo, sei k é verdade.. pois ng sem isto, poderia escrever o k escrevos, da forma cm o fazes... Podia tb dizer te q num instante tudo muda, tudo altera, tudo passa, e tudo vem... mas a vida k somos, a graça de podermos ser vida, isso, é maravilhoso... e tu estás viva, viva!!! Sei k dói, sinto tanto tanto doer, em ti, vou dizer uma coisa... dspa s n devo... tanto k kria colher essas lágrimas, poder d alguma forma, diminuir, esse sofrimento, essa dor... esssas gotas q caem sem chão k as recolha, e as sinta... eu sinto as, profundamente, mas por mais palavras q agora dissesse, por mais sentimentos k deixasse vir até mim... seria insuficiente, p t suportar, p definir abraço, esse k tanto precisas, e k eu tb tanto preciso... Sei mm, q tenho tantas lágrimas p jorrar, mas eu sei k elas existem, e elas sabem k eu existo, mas fizemos um pacto, de elas n cairem em sol deserto, mas apenas um dia.. apenas um dia... Sei qt doi, relembrar um algo, k tanto quizemos... acredita... e já to disse, se pudesse trzer te esse amor, se dependesse d mim, agora mm junto dele estarias... mas n posso... posso apenas dizer te algo, k td escorre no sentido certo, sei k dói, mas sei, q um dia olharás p trás, e verás, a razão d assim ser... Sim!!! tb eu espero, tb eu m sinto tantas vezes só, sozinho, triste, magoado por tantos espinhos k m picam, k deitam em mim,... mas sei, mas confio, k assim tem d ser... k assim será... Acolhe as minhas palavras, o meu ombro, o meu abraço, dou os, a ti--- n por pena... n... mas pork cm tu, preciso d os dar, d os sentir... Não tenhas medo, eu estou aki, tu ... estás aí... o silencio existe... mas... ouve o... verás k ele te ker dizer algo... talvez o mm k eu t digo... e o teu futuro... acredita, nele virá o rumo certo... este k penso k tens... mm k possas pensar k assi n é... apenas deixa k a paz exista, brote, permaneça...deixa q os calor das minhas palavras t aqueçem, t confortem... fecha os olhos, sente o arrepio, sentes? sou eu, k t abraça... k ker muito k n estejas tristes... sorri... apenas confia... k o dia n tarda terminará... e amanhã, aliás, já mm daki a nda, mil coisas podem ser, acotecer... Termino, pois deixei m, totalmente imergir em ti... e tremo de parar de escrever, pois só o kria fazer qd tivesse a certeza k estejas bem... Nda tens d pdir dspa. nada, nunca.... estou aki, posso parecer td o k n sou, mas acredita, sou o... talvez ttenha dificuldades em transparecê lo no real, talvez mm, mtas vezes seja mal interpretado, mas jamais kero mentir, a quem quer q seja, e um dia vou krer ser, junto dum alg, mas qd acontecer, n será por isto, por akilo, será por tudo, pela certeza, d ser... Assim sei, k o mm, em ti s passa, assim sei, k sentes, k o k t abandonou será esta pessoa, se for será, se n tiver d ser, será outra pessoa... com td, e tanto mais qt desejas... eu sei, acredita... Beijinho mt, mt apertadinho, e n deixes, de sentir o calor do sol, o seu calor, sai até á rua, pára num cantinho, e deixa t aquecer um pouco... e n tenhas medo, sentirás a tua mão, um calor, a mais, sou eu, k dou a minha mão, krendo t ajudar a ser, a ver, tudo o k és, tudo qt de especial és...
De Anónimo a 23 de Novembro de 2008 às 16:58
........... obrigado... mto obrigado msm por cada pedacinho das tuas palavras... obrigado por estares aí...por estares aqui.... obrigado........ dói muito mesmo... cada lágrima que cai parece transformar-se num cristal de gelo que perfura o meu coração.... obrigado........... e desculpa...............
De flipe a 23 de Novembro de 2008 às 17:20
N precisas de agradecer, por nda, por nda... nda mm... e jamais precisas d pdir dspa... deixa m apenas envolver o teu coração, p q cada lágrima q caia, jamais o perfura, e tb que o meu calor, t aqueça, y abraçe, p q cada lágrima q pense cair seque... e n exista... e ... obrigado tb, por estares aí, por estares aki....
De Anónimo a 23 de Novembro de 2008 às 21:12
Tenho de pedir desculpa sim,por deixar aqui neste continho repleto e amor a minha tristeza, e tenho que te agradecer muito mais e sempre por amenizares o meu sentir com as tuas palavras... obrigado mesmo...
De miúda a 26 de Novembro de 2008 às 17:36
por onde andas tu?? :)

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket