Sábado, 25 de Outubro de 2008

São tantas as estrelas…

São tantas as estrelas,

que brilham neste céu,

eu apenas pergunto,

qual delas verei,

levantar o véu…

qual delas será no altar,

um sim, de um sempre amar.

Levanto os braços, e fecho o olhar,

sinto a ternura,

que vem no sussurrar..

no serenar…

De momentos, o estreito eleva-se,

e a certeza, desespera,

numa ânsia de carência,

de perdida eloquência…

e nisto…

uma gota derrapa,

escorrendo sem querer,

ela que se fazia guardar,

para no ombro esperado, nascer…

E assim, o inevitável,

parece sucumbir,

o pranto de um dia,

em que de uma luta,

nada parece imergir…

Só queria sentir o teu corpo abraçado,

o teu amor esperado,

só queria ficar juntinho,

ao teu colo quentinho,

e no acto de carinho,

fazer do meu eu,

um sempre beijinho.

 

Flipe

 

publicado por flipe às 23:09
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Sara* a 25 de Outubro de 2008 às 23:52
Escolhe a estrela que brilhar mais e pela qual tu entregares todos os teus sentimentos...=)
Bue lindo o poema... *.*
bjinhos
De flipe a 26 de Outubro de 2008 às 22:00
Se eu tivesse a certeza dessa estrela, k fosse ela, acredita... tudo lhe daria... mas de muitas estrelas q comtemplo, q até poderia tocar, nenhum toco, sou um asteróide, q vai passando, vendo, ajudando, dizendo sim, dando um pouco das minhas particulas... e num dia... numa certeza de uma estrela... aí sim, aí m despojarei... aí sim, aí me darei... e meu amor, que entregarei... Até lá, sou isto mm, um tudo presente, e um tudo ausente, estou n estando, sou n sendo... dou o braço, diga caminha, s caminhares, largo... e dou a um alg, p k caminhe, p k seja junto desse caminhante... um dia sei k darei, e o darei p sempre.... beijinhos e obrigado linda sonhadora...
De miúda a 26 de Outubro de 2008 às 20:34
deixas me triste ao sentir-te triste. são muitas as estrelas, tens razão, mas elas são muitas e ainda bem, estão onde devem estar, muitas muitas muitas, para que nunca nos sintamos sozinhos. ontem ao conduzir na noite, e na solitária viagem soube bem estar debaixo do tão magestoso manto negro polvilhado de pontinhos tão luminosos, que foram desaparecendo com o aproximar das afuscantes luzes citadinas. adoro a minha cidade, não há nenhuma tão bela e a noite cai-lhe bem demais dando-lhe a perfeição que tanto admiro. esquece a gota que derrapa sem querer e olha o brilho as estrelas, olha o brilho da tua cidade e pensa que algures por ai estarei eu, olhando talvez as mesmas estrelas, olhando a minha cidade mas sendo sempre um ombro a que sempre podes escrever, derramando em cada letra uma gota se assim necessitares. eu estou aqui, longe demais talvez mas mais perto do que pensas, porque as palavras são a mais poderosa forma de se sentir.
um bjinho quente, em mais uma noite fria***
De flipe a 26 de Outubro de 2008 às 21:54
dspa, mil dspa, se te puz triste, com as minhas palavras... n kria, nunca kero, jamais kererei... e as estrelas, são realmente imensas, é nelas q recorodo mts momentos d criança, no kual p elas olhava, e sem saber, deixava me, voar, nestes céus luminosos... Axo k sempre fui assim, olhar p onde ng olha, sentir o q ng ker sentir, ou n sente, krer estar ao pé do mais fraco, p ver s na minha fraqueza, consigo fazer forte o fraco, sorrir onde ng sorri.. e procurar coisas desprocuradas... parece diferente, hj, sei q sou, por fora, igual... A tua cidade... quem sabe um dia m acolherá... tenho um futuro de uma mudança, eu sei o, eu sinto o, eu preciso, até lá tenho de crescer aki, mais um pouco, em algo... depois só Deus saberá... A minha cidade, n é esta Lx, k tanto amo, é mais num oeste perto e longe cm xeiro a mar, onde cda pedacinho, é em mim, uma marca, de crainça, de jovem, e d agora... E sim, mm, longe, tenho t cmg, e tu sabes q estou ctg, digo isto, parece descordenado, um sonho, mas... a tua forma d sentir, d ver, talvez d ser, é um reflexo d mim, e como tal, faz m aproximar de ti... faz haver um laço... um mutua presença... um reflexo de estrelas... em q de tantas, qd olharmos, sei k olharemos na mma estrela, assim o nosso olhar... nesse se reflectirá, e assim nos tocaremos... obrigado pelo beijinhos quente, tão, tão acolhedor... outro p ti... n vem de perto de um lareira, mas vem do meu coração, e acredita, este jamais arrefecerá.. pk amor é calor... é aconchego.. é tudo de um muito... obrigado... e um abraço, igualmente quentinho...... igualmente acolhedor..... Boa noite...
De miúda a 26 de Outubro de 2008 às 22:50
a tristeza que me fizeste sentir dissipou-se. provas te me que ja estás bem com as tuas palavras. a tua cidade natal é junto ao mar, faz-me ter inveja de ti neste ponto. do mar junto a mim so tenho mesmo as ferias...e subsistem a si mesmos e vao-se bastando. pensamos de forma semelhante, escrevemos de forma que se completa sem explicação, temos pontos que se tocam e paradoxamente estão o mais afastados possivel. uma infinidade de impasses que deixamos haver entre nós sem nos importarmos e que nos sabem bem. a distancia, o desconhecimento, tornam-se insignificantes e tomam o mesmo sentido que as ondas que veem para a praia: morrem, sem perderem a ideia que existiram e que continuam sempre novas ondas a dar á praia. uma boa semana, mt solarenga de coração!
bjinhos enormes***
De Princesa a 27 de Outubro de 2008 às 22:50
Realmente, existem por aí muitas estrelas a brilhar... Contudo, por muito que a demanda por um amor ideal seja complexa e um tanto fatigante, o certo é que a chamada alma gémea deve estar por aí algures nalgum cantinho desta imensidão... Convém é não deixar de acreditar que tal existe, é continuar sempre a procurar, e com um sorriso...

Lindo o texto!

Bjs
De flipe a 28 de Outubro de 2008 às 17:30
Nunca, nunca, vou deixar de acreditar q existe... e assim espero o mm d ti... aliás, espero k esta já esteja junto d ti... e s n tiver q rapidamente surja... e t faça d ti, estrela amada, estrela ancontrada... Ou por outras palavras, q sejas sempre princesa de principe junto, de amor vivo, de uma sempre história de amor... Brigado... E... q esta noite, n seja fria, mas bem aconchegadinha, de amor, d paz, de sonhos reais... e de um sempre bem estar... beijinhos
De Anónimo a 28 de Outubro de 2008 às 00:11
São de facto muitas, as estrelas que dão vida ao céu escuro, distante e muitas vezes vazio, que eu tantas vezes contemplo, tentando em vão descobrir aquela estrela especial... sabes talvez existão estrelas sem brilho exterior, que apenas brilham interiormente e secalhar é por isso que nós não as vemos... talvez por receio de mostrar o que são verdadeiramente essas estrelas se escondam num interior mágico, lindo, mas permanentemente escondido... sei que um dia elas vão deixar de ser luzes apagadas e irão brilhar, e serão mais cintilantes que todas as outras... e será nesse revelar que verás surgir a tua estrela brilhante... quero acreditar que isso estará para breve... por vezes passo por este teu pequeno mundo, pequeno mas enorme no grandioso amor que transborda, e muitas vezes faltam-me as palavras, e por isso nada digo... apenas sinto... e sinto de facto muito amor... um amor que tu consegues dividir e deixar ir até cada ser que passa por aqui... e isso é extraordinário... obrigado por deixares vir uma parte desse amor até mim... obrigado por estares aí... e obrigado por tudo...
beijinhos grandes e um xi-coração enorme e bem apertadinho
De flipe a 28 de Outubro de 2008 às 17:25
è verdade o q dizes... qtas estrelas haverá, q simplesmente n brilham... mas k têm ainda mais luz k tantas... e um dia sim brilharão... no entanto acreditem k brilhem, talvez de uma forma ainda mais pura, mais delicada, menos vistosa.. mas brilham, sim, mt... e a tua minha estrela, haverá um dia chegar, eu sei k sim... somos amor, e cm tal vivemos p amar... p ser amados... E q posso eu dizer.. dizes m sempre coisas tão bonitas, tão, tão aconchegantes... tantos elogios... qd eu... apenas dedico um poukinho do meu tempo, d meu ser, d k sou... a este espaço, a tantos k cá vêm... e a ti, k tão especial m és... acredita... obrigado, é k posso dizer... obrigado mesmo... Um dia gostaria de reunir, tdos qt aki vêm, aki lêm, aki deixam se ser... p q m vissem, e soubessem kem sou, entretanto cm isto, seria o terminar deste cantinho... sei k isto é um sonho idilico, mas ... Hoje está realmente mt frio, e é mt bom aki estar acolhendo m no teu abraço de palavras, d carinho... e sonhar... mt, mt obrigado... sempre... beijinhos e uma noite mt, mt quentinha... assim deixo uma caixinha, nela encontrarás... o k mais desejas... o k é? cabe a ti saber... deseja, sonha, e aontecerá...

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket