Sábado, 4 de Outubro de 2008

Frio...

Frio,

quanto, quanto,

queria eu,

eu,

te abraçar,

te tocar,

te beijar,

te…

Amar…

Preciso de ti,

preciso que me deixes,

envolter-te,

e acolher-te,

nos meus braços,

no meu peito,

no meu coração,

no meu ser,

que enfraquece por tamanha solidão.

Oh meu amor,

se já te dissesse que te amo,

não mentiria,

pois é demasiado pesado,

o amor que suporto,

esperando,

o teu chegar,

para sobre ti, desaguar.

Meu colo, arrefece,

padece,

por não te ter,

por não te poder,

acolher;

meu ombro,

encolhe, treme,

esperando,

o teu calor,

o teu pendor,

o teu amor.

O meu ser,

cada dia,

torna-se estranho,

solitário,

todo ele se prepara,

se ausenta,

para a tua chegada,

para a tua alvorada.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 23:44
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De miúda a 5 de Outubro de 2008 às 00:20
não queres ser tu a metade do meu coração? o frio envolve-me e sinto-me demasiado inérte para descongelar os sentimentos que alguém me gelou.. hj mantém-se um dia como o de ontem e que permanece triste e pesado à tempo demais numa cara que está demasiado habituada a sorrir.
bg por escreveres assim.

um beijo enorme
De caminhante a 5 de Outubro de 2008 às 03:08
dois seres bonitos aqui estão.
é lindo sim esse amor que sentes.
é linda sim essa necessidade que ambos sentem.
boa sorte para vocês, e para mim!
beijos grandes para todos nós :)
De flipe a 5 de Outubro de 2008 às 15:29
q bom seria, aquilo q escreves... q sonho seria... no entanto, somos apenas dois seres, esvaziados e aoo mm tempo imersos d amor, p dar, p receber... no fundo, seres de necessidade, de amor... pois somos isto mm, seres d amor, vivos p amar... p existir, amando-se... e tb desejo, q o teu alg, seja junto d ti, tdo este amor, q professo, e mt, mt mais... td akilo k desejares... obrigado por tudo... beijinhos
De flipe a 5 de Outubro de 2008 às 15:22
se eu quero ser a metade do teu coração? diria, apenas sim, no sonho, no desejo, no querer muito estar, encontrar essa pessoa... e... se eu tiver o calor, o único calor, capaz d descongelar esse teu frio, esse teu coração gelado.... e se eu tiver a chave do teu sorrir... e se eu, for, o q esperas, e se tu fores a q espero?.... certezas, se houvesse, n escrevia, agora p ti, mas correria, p sempre, p ti.... Li o teu sonho, a chave quebrada... mas chave quebrada, chave renovada, serei eu o detentor dessa chave... espero q desejo mt, q o q traga as chaves d teu coração, apareça, e surga... p q sejas sorriso, coração quente, ser confortado, ser amado... beijinhos e obrigado, e de nda tens d agradecer, eu sim agradeço, por tanto dizeres... e por esse dizer, ser tanto o q espero ouvir... Quem sabe, se n t vi mm, a acolheres os caloiros...
De Anónimo a 5 de Outubro de 2008 às 14:51
olá... talvez ja te tenhas esquecido de mim... pk eu já fiz parte deste teu mundo... e de certo modo tu tambem ja fizeste parte do meu... talvez a minha passagem não tenha deixado marcas indeleveis... mas tu marcaste-me e continuas a marcar com as tuas palavras... por isso é que costumo vir até ao teu humilde cantinho, repleto de amor, paz e luz... quando li a resposta ao teu comentario foi impossivel suster as lágrimas... e o mesmo aconteceu quando li e reli este poema lindo... este desejo incessante de amar e ser amado... de apenas querer encontrar esse alguem, que anda por aí perdido em caminhos incertos... apenas desejas aquilo a que tens direito... ao sentir cada palavra tua, apetecia-me tanto ter o poder de enviar até ti esse ser especial, de vos unir para sempre num lençol macio de grandioso amor... mas eu não tenho esse poder, e apenas me resta desejar que esse ser especial não tarde a revelar-se... porque tu mereces muito ser feliz com esse ser tão desejado... beijinhos e bom domingo...
De flipe a 5 de Outubro de 2008 às 15:43
olá... n sei quem és, ou o qt fizeste parte d mim, d meu mundo, mas acredito q n t tenha esquecido? sabes pk? pelo sentimento q empregas em td akilo k escreves, por sentir, tamanho amor, tamanha sinceridade, em tudo aquilo q deixas vir até mim... cm posso eu, esquecer, alg q sente neste sentir, alg, q reflecte o meu ser... alg cm igual desejo d amar... de viver amando... e obrigado, por quereres enviar até mim, esse ser, tb desejo mt, e tu sabes, q tb ctg, esse ser esteja, ou venha... e as tuas lágrimas... qt espero eu acolher umas lágrimas, teço o meu vestido, o meu ombro, para melhor acolher esse batismo, e eu? qt lágrimas tenho deixado acumular, se choro, faço o só, e em poucas lágrimas... é como s esperassem, se resguardassem, p se derramarem, nesse ser... O dia urge, a tarde aquece, o ser arrefece, a semana, espreita... e o agora? silencia se, por n haver a melodia, completar á q canto... á q espresso.. á q sinto... daqui a nada, a lua vem, a correria, apressa o deitar, e a espera permanece, o abraço n surge, e dia a dia, vou colhendo, o pouco, e esgotando me... vou dando parte d q sou, a tdos... vou guardando, grande parte d mim, por n haver quem o receba, quem o compreenda, quem diga sim, a tantos sins contrários, q tenho a este mundo, e ás suas chaves de cera... eu trago poucas, mas d ouro, d bronze, q conhecdias, jamais quebrarão, jamais derreterão, perante o doer d sofrer... mas tdos os dias s revistirão, d um novo brilho, p melhor servir, no coração, d quem amarei, d quem "pertencerei"... beijinho e dspa, s em ti faço drramar lágrimas, e nenhma acolher... dspa... mas sabes q as seguro, mm, q provavvelmente nunca t tenha visto.. bom domingo e bg
De taniam_heidi a 5 de Outubro de 2008 às 16:01
Lindo! Adorei o t poema! Mts jnhs doces e carinhos.
De flipe a 5 de Outubro de 2008 às 22:26
bigado Tânia, bigado, sempre bigado... por tamanhos elogios... e q bom, q bem q sabem, os teus jinhos doces, e então os carinhos.... são ouro sobre azul... brigado, mts beijinhos tb p ti.... e boa noite

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket