Domingo, 7 de Setembro de 2008

No ofusco..

No ofusco, de um beira-mar,

vi lá longe, um contemplar,

tímido e distante,

de um imperceptível semblante.

Aproximei-me,

num dia que terminava,

e de um muito,

pouco restava;

somente uma lacuna adormecida,

que na obrigada corrida,

fora bruscamente esquecida.

Desci, e por circunstância,

perdi, a visada instância.

Quando voltei a focalizar,

o indescritível estar,

já não havia ninguém,

e este sonho, tinha-se ocultado,

como por magia, esfumado.

Sem nada saber,

deixei-me cair, e perder;

naquelas areias,  aclamei, implorei,

pedi que fosses,

que ali estivesses,

pedi que o nosso unir,

fosse naquele instante ressurgir.

Nem um eco, nem a água imensa,

vieram em resposta,

da ansiada carência.

Por fracções, fui menino,

e sem balde, nem água,

fiz nascer, água de um sofrer,

que depressa escorreu,

e mais doeu,

por ninguém haver, para a colher,

apenas um imenso areal,

numa solidão descomunal.

Apesar do estado desolado,

fiz-me acreditar, que foste tu,

num saltar, do tempo,

que fizeste-me entrever,

o futuro acontecer;

tudo isto,

causa do amor imensidão,

que terás em teu coração,

e que geme, em esperada união.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 15:13
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De refugiodosmeussegredos a 7 de Setembro de 2008 às 19:35
Desculpa se não tenho comentado os teus poemas que são simplesmente tocantes, maravilhosos e únicos… mas, não é simplesmente porque o tempo escasseia, mas as palavras não têm fluido naturalmente… tenho andado bastante confusa… esta semana segui quase diariamente o teu cantinho e continuo a deixar envolver-me nas tuas palavras… mas sinto que algo mudou… não sei entender muitas coisas e não sei entender o que sinto agora… obrigado pelo comentário que deixaste no meu cantinho… sei que tudo o que dizes é verdade sei que tenho que esquecer este alguém que ocupa o meu coração para poder torna-lo livre para amar esse ser que um dia há-de vir, não tens de pedir desculpa por me dizeres isso, eu sei que é a única maneira de poder voltar a sorrir livremente, e a sonhar sem medos . mas não consigo fazê-lo… não consigo mesmo… e é isto que me faz vacilar, que me faz derramar tantas lágrimas em vão, que me faz gritar… eu sei que poderei contar contigo… mas até quando? desculpa a pergunta, mas sei que um dia esse ser maravilhoso que tanto esperas, que tanto amas, e que tanto mas tanto mereces revelar-se-á... e quando isso acontecer não precisarás de escrever porque esse ser ouvirá as tuas palvras sem que as tenhas de proferir... e estaras aqui?? desculpa mais uma vez... eu quero que tu sejas feliz, e que encontres esse alguem que tanto esperas encontrar e amar, quero que todos os teus sonhos deixem de ser apenas sonhos e se tornem em realidade... desculpa por tudo... e obrigado por tudo, por cada palavra de esperança que acolhi e senti... obrigado....
De flipe a 7 de Setembro de 2008 às 20:20
N tens q pdir desculpa por nada, e tens razão nas palavras q dizes, um dia, se essa pessoa aparecer, este sentimento q deixo aki, este sentir, n terá mais sentido, poderei escrever, sim, mas com outra dimensão, com outro sentir... Não seria sincero s n o dissesse, entendes? mas é verdade, pois amando alguém, este tempo, provavelmente seria dado a esse alg, a mim... E até qd estarei aki? n sei... dias, anos, qd acontecer, gritarei aki, como nunca.... e então, provavelmente será tempo de partida... mas partida deste blog, deste sitio, pois acredito k na minha ida, muitos virão, e assim como eu, outroas muito melhores k eu ocuparão um lugar como este... Mas aqui continuarei... p ti, p tds, dependerá d cda até onde me quiser conhecer, até qt quererá aprofundar esta amizade... Eu em tudo, faço expressar o q sinto, o qu é verdadeiro, qd digo k estarei aqui, sim estarei sempre aki, e mm k um dia abandone este blog, o meu ser, parte dele permancerá aki... E obrigado, tb desejo mt k encontres o ser k esperas, o ser k poderá colher tdo esse amor imenso k tens, e da mma forma amar te, e fazer t feliz... E frizo novamente, n tens d nda pedir dspa, e somente comenta qd quiseres, o certo é que sou alguém, vivo, que existe numa realidade, q n a compreende, q ker ocupar um novo espaço, um sonho sonhado, e k espera por esse ser... Se sempre escreverei? n sei, se sempre será aki? n sei... agora, estou aki, agora respondo te, no daki nda sei... pois cm tantas vezes digo, o depois ng sabe, e td pode acontecer, td mm.... E eu nda mudei, quer dizer, esta semana, foi uma semana dificil, quase "fugia", mas volvi ao lugar q agora vou ter d estar algum tempo... o futuro, o amanhã, n sei, nda sei. Mas entendo, e nem sabes qt compreende a tua dificuldade de t libertares desse ser k amas, é .... algo, tão, tão dificil, k simplesmente faz nos cair, e n haver significado nenhum, pois td ele reside nesssa pessoa... Virás cm o tempo, q td mudará... e o próprio tempo t trará as resposta, melhor as certezas das respostas q várias vezes tento dá las.... Agora estar aqui até....??? n sei.... Quem sabe s n estaremos perto num futuro proximo, nada s sabe...
Obrigado por desbafares, por seres sempre tão sincera, tão verdadeira, é algo mt dificil encontar...
Beijinhos e bg, sempre, bg
De refugiodosmeussegredos a 11 de Setembro de 2008 às 18:03
Olá… percebo perfeitamente que quando esse ser tão esperado se revelar tu lhe dediques todo o teu tempo… queria só pedir-te uma coisa… que quando isso acontecer partilhes a tua felicidade e “te despedes”… espero que esse dia chegue muito depressa, não penses que te quero ver pelas costas, lol, antes pelo contrario, mas quero simplesmente ver-te feliz, pk tu mereces tanto… não sei se com a tua partida virão muitos… muito menos melhores que tu, é quase impossível… mas sim permanecerás sempre… pois o futuro ninguém o sabe, e ás vezes é tão difícil lidar com isso… falo por mim… esta ignorância de não saber o que os ventos do destino nos reservam... podem soprar rajadas fortes e cruéis, mas também podem soprar ventos suaves, amenos e aconchegantes… são estes últimos que eu desejo que façam parte do teu rumo… que te tragam esse triangulo de luz, paz e amor… e sim, talvez esses mesmos ventos nos empurrem e nos levem a cruzar os nossos caminhos talvez um dia quem sabe… e essa pessoa de quem o meu coração é um incondicional prisioneiro, talvez seja levada para longe, para outras direcções, para um sitio onde também encontre a verdadeira felicidade… Muitos beijinhos caminham até ti levados pelo vento que passou por aqui…
De flipe a 11 de Setembro de 2008 às 20:54
olá... n sei o k dizer... por um ldo, digo, se um dia pensasse num adeus, certamente que o viria anunciar, aclamar que tinha encontrado esse alg.. depois... eu acredito q outras viriam, e sim, muito melhores k eu, eu sei k tantos defeitos tenho, tantas coisas erradas penso, só por isso, n posso pensar que seria assim tão especial, pk com td isto, faz m ver k haverão muitos cm sentimentos muito mais puros, e os pórprios pensamentos... Depois dizer t tb, k tb desejo muito, k tb tu encontres essa pessoa, n sei kem é, kem será, mas, e como dizes q sejam ventos de mt amor, mta paz, mt carinho, ternura, afecto, mta luz... E as nossas direcçoes, os nossos destinos, ng sabe, e se hj estamos aqui, amanhã ng sabe, de nós, portanto, o melhor é cada dia pensar somente nesse dia, e escolher sempre p o próximo dia o melhor passo a dar, certamente, q guiados, escolheremos o melhor caminho... e ao facto d os nossos caminhos cruzarem se, quem sabe, quem sabe mm, s n será mm, na tua ida p o mundo das faculdades.... Desejo t, k td o k desejas, se concretize... e obrigado, sempre por cada palavra k m deixas, e k infinitamente m trespassa d tão grandioso sentimento e sinceridade k possui... pouco posso mais dizer, talvez pedir t dspa, dspa, dspa, mas sabes? eu tb oscilo, tb caio, tb sou fraco tantas vezes... e gostava d puder levar t cmg, a tdas estas pesssoas maravilhosas k comentam, e levá las p este mundo k idealizo, sei e sinto, k é este mundo k muitas procuram... Muitos beijinhos e boa noite
De refugiodosmeussegredos a 7 de Setembro de 2008 às 19:36
Desculpa se não tenho comentado os teus poemas que são simplesmente tocantes, maravilhosos e únicos… mas, não é simplesmente porque o tempo escasseia, mas as palavras não têm fluido naturalmente… tenho andado bastante confusa… esta semana segui quase diariamente o teu cantinho e continuo a deixar envolver-me nas tuas palavras… mas sinto que algo mudou… não sei entender muitas coisas e não sei entender o que sinto agora… obrigado pelo comentário que deixaste no meu cantinho… sei que tudo o que dizes é verdade sei que tenho que esquecer este alguém que ocupa o meu coração para poder torna-lo livre para amar esse ser que um dia há-de vir, não tens de pedir desculpa por me dizeres isso, eu sei que é a única maneira de poder voltar a sorrir livremente, e a sonhar sem medos . mas não consigo fazê-lo… não consigo mesmo… e é isto que me faz vacilar, que me faz derramar tantas lágrimas em vão, que me faz gritar… eu sei que poderei contar contigo… mas até quando? desculpa a pergunta, mas sei que um dia esse ser maravilhoso que tanto esperas, que tanto amas, e que tanto mas tanto mereces revelar-se-á... e quando isso acontecer não precisarás de escrever porque esse ser ouvirá as tuas palvras sem que as tenhas de proferir... e estaras aqui?? desculpa mais uma vez... eu quero que tu sejas feliz, e que encontres esse alguem que tanto esperas encontrar e amar, quero que todos os teus sonhos deixem de ser apenas sonhos e se tornem em realidade... desculpa por tudo... e obrigado por tudo, por cada palavra de esperança que acolhi e senti... obrigado....
De Sara* a 7 de Setembro de 2008 às 20:54
Ta lindo... *.*
bjinhos
De flipe a 7 de Setembro de 2008 às 22:22
obrigado... sempre muito, muito, obg...
beijinhos...
De Melody * a 8 de Setembro de 2008 às 22:07
Meu Deus :'')
Este poema...vai ao meu passado..e tra-lo para o presente.
Tambem ja me aconteceu isto, numa simples praia..um ser, e depois...olhei e volta e parecia ter desaparecido, sem que eu lhe perguntasse quem era..
Desculpa, nao consigo dizer mais nada.
Esta lindo, mesmo.
Amei
Beijinhos
De flipe a 9 de Setembro de 2008 às 22:10
N tens d pdir desculpa, eu é que tenho e de agradecer, muito obrigado... sempre obrigado...
beijinhos e td d bom, hj e sempre...
De Su a 9 de Setembro de 2008 às 20:15
Sinceramente só tenho uma coisa a dizer:

LINDO!

A sério!

Passa no meu!
De flipe a 9 de Setembro de 2008 às 22:12
Obrigado Su, obrigado...
beijijnhos
De marazul a 10 de Setembro de 2008 às 22:03
Já pensaste algum dia escrever um livro com os poemas que aqui publicas? Pelo menos, estará na minha prateleira. Tenho a certeza que és uma pessoa especial (e é raro ouvirem-me dizer isto), e espero que encontres sem procurar aquilo que procuro sem encontrar.
De flipe a 11 de Setembro de 2008 às 21:02
Sim, já pensei, mas acabo sempre por pensar, que o que sou perante tamanhos escritores, poetas, pouco ou nada, apenas um aprendiz, ou melhor, uma simples pessoa, k em momentos escreve, quase sem querer... E agradeço te por achares q eu sou espcial, axo k sou apenas um alg, talvez diferente, talvez inadptado ás coisas q m rodeiam, q n entendo, k tantas vezes m trespassa como espadas... talvez um alg, k caminha no silêncio, solitariamente, procurando esse cantinho k m defina, e esperando por a mão de um alg, k demora a chegar, k eu n procuro, apenas mantenho m no meu ir e vir, no meu cantinho, apenas esperando... E tenho a certeza d q um dia acharás o reflexo desse mar azul, desse mar imenso, desse mar marvilhoso k serás... e então, n mais haverá por d sol, apenas um amanhecer em cada instante do teu viver... Muitos, muitos beijinhso e obg..
De marazul a 11 de Setembro de 2008 às 21:37
A tua escrita é mágica, conseguimos vivenciar o teu "sentir"... Tu falas muito na espera de um alguém, e transmites mt vezes que tens a certeza que tb eu o encontrarei. Mas sabes, não sei se é por ser diferente da maioria das pessoas, mas não é algo por que anseie... A minha experiência anterior fez me sofrer quando gostei de uma pessoa que não gostava de mim durante 4 anos. Senpre tentei que ela não se tornasse assim, tentando pelo menos uma amizade. Percebi, que gostar de alguém pode tornar-se cruel, pode isolar-nos do mundo e deixar-nos profundamente decepcionados sem vontade de voltarmos de nos queremos juntar a alguém. Não sei o que o futuro me trará mas se quiser que mude de ideias, espero que a minha próxima experiência me faça acreditar no amor.

fica bem e um bom fim de semana
De flipe a 11 de Setembro de 2008 às 22:47
Sim, acredita que o encontrarás... Essa tua experiência, marcou te, é verdade, mas também te moldou, hoje tu ás parte desse viver, de outros mais, que so te tornará mais especial, para um dia receberes quem te faça acreditar no amor. Não será um dia normal, nem um encontro normal, será um ecnontro da tua vida, em que assim que o vires, assim que o sentires, assim que conheceres o seu verdeiro ser, verás que aquele ser, é o que junto a ti tem de estar, pois só assim se completarão. Eu espero, mas n anseio, espero suavmente, por muito que doa, por muito, k em dias tudo oscile, sou difrente, tu tb o és, mas sei k um dia, n sei donde, quando, de k maneira ou forma, mas sei, k um dia essa pessoa chegará, assim como para ti. Digo te uma coisa, acredita sim, no amor, acredita sim, no amor que tens, e que mesmo adormecido ou dormente, ou até dorido, ele existe, como o mar azul, aquele em que te inspiras, e que procuras as respostas... acredita, eu n procuro, eu espero, dái n ansiar, mas esperar, em paz....
Obrigado e fica bem, na paz desse mar azul, no amor, e num desejo grande de igual bom fim de semana

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket