Sábado, 30 de Agosto de 2008

Eu preciso...

Eu preciso,

do teu calor,

do teu amor,

do teu abraço

do teu regaço.

Eu preciso, muito,

tanto,

de ti,

peço-te,

hoje em que nada é,

em que tudo parece um tripé,

faz-te encontrar,

faz-me acabar este sofrido estar.

Hoje, os minutos,

são instantes consumidos,

numa overdose inconsciente,

de que nem sinto,

que estou presente.

Dilacerado, escuto,

o chamamento, que não vem,

que me tritura,

num pisado trem.

Sou este cigarro, que sempre apagado,

é acesso, consumido,

e logo abandonado.

Não tarda a noite floresce,

o dia falece,

mas num mar de susceptibilidades,

virá outro dia,

de um infinito de possibilidades.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 19:45
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Melody * a 30 de Agosto de 2008 às 22:14
Eu nao sei o que dizer, tiraste-me mesmo as palavras.
O que eide dizer perante algo tão..profundo?
ás vezes a espera consegue ser agoniante, consegue trespassar cada pedaçinho do nosso ser..
Desculpa mas não sei o que dizer mais, as palavras voaram.
Tens a alma nas palavras.

O teu comentario de ontem , deu-me força, (: fez-me acreditar, ter um pouco mais de esperança, porque nem tudo o que doi é para sempre, nem toda a espera e o desespero é para sempre.
Mais uma vez digo: Obrigado, obrigado do fundo do coraçao, Obrigado.

Beijinhos e boa noite
De flipe a 30 de Agosto de 2008 às 23:56
È tão verdade, aquilo que dizes, o sofrimento, a dor, nada destas coisas são para sempre... e tuda muda num instante, é incrivel, como de um momento para o outro, quando tudo parece cair, num nada, parece tudo perfeito... já pensaste bem nisto? e depois se eu te dei um poukinho d força, acredita, k tb tdas as tuas palavras, são alimento, são alimento sincero, puro, que sempre recebo, de ti.. obrigado. E sorri... apenas e somente sorri, sabendo que mm k agora doa um poukinho, e daki a nda tudo pode trazer, até o alguém k esperas... beijinhos e mt, mt obg.
De Anónimo a 30 de Agosto de 2008 às 23:17
Tanto tempo á espera desse ser que nunca mais vem, esse ser tão esperado, tão desejado, e já tão amado… por vezes torna-se difícil suportar esta espera sem deixar que um misto de dor se aproxime de nós… queremos tanto esse alguém que a sua ausência faz-nos sofrer… continuo sem perceber como é que esse ser ainda não se revelou a ti… tu és tão especial, e tens tanto mas tanto amor para dar… ao ler este poema não consegui conter as lágrimas… tocou-me mesmo… também preciso muito muito mesmo desse alguém, desse amor, desse porto de abrigo… e ele não vem… no amanhecer nasce uma nova esperança que acaba por ser calada com o cair da noite, que trás a solidão consigo… e é tão dificil de suportar… tenho medo de desistir do amor… de olhar o céu e nada sonhar, de não querer amar para não chorar… tenho medo de caminhar e caminhar e nada encontrar... bjinhos
De flipe a 31 de Agosto de 2008 às 00:08
Não tenhas medo, nunca tenhas medo, sabes? todas as coisas vêm, mas vêm num tempo certo, quando tiver de ser... e nunca, nunca, nunca, deixes de acreditar no amor, nos sonhos puros e libertos q sonhamos, libertos d qualquer coisa q t faça pensar q n serão possiveis... Peço te nunca, deixas d ver o amor, cm vês, de sonhar como sonhas, peço te, s isso tiver quase a acontecer, lembra te, eu estou, e grita, grita, grita, que eu tudo farei p k jamais esse tesouro que tens dentre d ti oxide... Sonha, sorri, deixa te imergir no puro amor, e um dia, ao teu lado estará, um ser tão espcial cm tu, dando e recebendo essa infinitude de amor k fazes brotar... E o alguém k espero, ainda n ter aparecido.. n sei pk... n há nenhuma razão aparente, talvez até haja no contrário, talvez ng pense k tou sozinho, por ser .... entendes? mas n faz mal, um dia, será... e eu tb... só estou qd amo, e n estou sem amar... E desculpa, sempre desculpa, s lágrimas fiz derramar e nenhuma fiz aparar... pelo menos fisicamente, mas sabes q em pensamentos cada vez k chorares, eu ali estarei junto d ti, p minimizar a tua dor, e rápido, bem rapido, ajudar te a sorrir, e levo sempre um espelho cmg, p k vejas o teu interior, absolatamente lindo... beijinhos e obrigado.
De refugiodosmeussegredos a 31 de Agosto de 2008 às 15:50
É simplesmente impossível não deixar correr as lágrimas ao sentir as tuas palavras… Não tens que pedir desculpa por nada… eu sei que não estás fisicamente perto de mim, mas sei que de alguma maneira estás presente quando preciso de ti… eu é que tenho de te pedir desculpa, por ter momentos em que duvido, em que me apetece desistir, por ter momentos de fraqueza… obrigado por me ajudares a levantar e por trazeres a esperança contigo, obrigado por sempre acreditares no amor e por me transmitires isso… tens toda a razão… cada acontecimento tem um momento certo para acontecer… mas ás vezes é tão difícil… sim quero sonhar sempre, sorrir, amar mas por vezes vacilo…desculpa… esta semana não vou poder vir até ao teu cantinho, eu vou tentar vir mas não sei… vou ter saudades… obrigado por tudo mesmo, tens sido muito importante pra mim… obrigado.. beijinhos e bom domingo
De Ana a 31 de Agosto de 2008 às 04:49
Simplesmente lindo ...
E é tão verdade o que dizes...
Se de um momento para o outro a dor trespassa a nossa alma, como se nos tirassem o tapete e ficassemos sem chao que nos suportasse.. como se o sofrimento fosse tão grande que chegamos a pensar que não vale a pena ou que não aguentamos ...
Tambem acontece que sem sabermos muito bem como, a vida parece sorrir para nós outra vez como que se nos tivesse a dar uma vez mais a hipótese de deixar a dor ir embora e sentirmo-nos bem outra vez... E aí tudo parece renascer ... Aí tudo volta a fazer sentido =)

Desculpa a invasão .. mas não resisti **
De flipe a 31 de Agosto de 2008 às 10:23
Somos realmente seres ainda inconstantes, imperfeitos, que precisam muito de aprender. E se por vezes tudo parece desmoronar, penso que é nossa culpa, que não enxergamos a verdade, que não vemos que para além desta "sopa" toda, somos vida, amor, paz, tudo isto que nos faz valer a pena acordar e adormecer sorrindo... E obrigado pelo teu elogio, são meras palavras, partes do meu humilde ser, e partes de muitos, que como eu caminham. E ao quanto teres invadido este espaço, nada precisas de pedir desculpa, é para mim um prazer, uma honra, receber te, e fazer t saber que poderás aqui vir, aqui estar, aqui sonhar, quando quiseres... e até gritar.... beijinhos e obrigado, por tão carinhosas palavras.
Filipe
De pensamentodemulher a 31 de Agosto de 2008 às 15:26
Obrigado pela tua visita ao meu blog e estás convidado a voltar sempre que quiseres.
Poderei dizer que este é a 3ª parte de blogs por mim escritos.
Começei com o Diário de uma venusiana em Gaia
http://patemgaia.blogs.sapo.pt/
Quando preenchi a totalidade do espaço que me davam, passei a:
http://psyche100eros.blogs.sapo.pt/
que intervalei por um tempo.
E agora este.
Também tenho um só para dar umas boas gargalhadas:
http://conversandocomoecran.blogs.sapo.pt/

Estás á vontade para navegar em todos eles mas posso informar-te que o primeiro já é antigo e só se consegue visualizar indo pelos meses.

P.S. - A minha serra.............onde uivo e me perco no nevoeiro............é a Serra de Sintra...............ou Monte da Lua..............como lhe queiras chamar.

Um beijo

Pat
De aquela a 31 de Agosto de 2008 às 23:16
Boa noite.
Bem, nem sei como começar.
Estava memso a precisar de ler isto. Porque é exactamente assim me sinto. Aliviei a minha própria cabeça ao tempo que ia lendo. Ela nem sabia o que pensar! Mas é isso, preciso. Perciso de tudo o que falas. Sou mesmo esse cigarro, constantemente apagado.
Percisava também da parte positivista. Outro dia virá, e espero que melhor, com maiores possibilidades, para uma vida melhor!

Bem, nem sabes o que este pequeno poema me fez!
Obrigado, obrigado mesmo!

Beijinho.
De flipe a 1 de Setembro de 2008 às 10:59
olá. bom dia. Não tens d agradecer, e se realmente, como eu acredito k sim, estas pekeninas palavras tanto em ti fizeram, apenas posso ficar feliz, mt feliz, e agradecer t por tão carinhosas palavras teres deixado vir até ao meu encontro.. Obg mm... e s é verdade que nos sintamos assim, como descrevi tantas vezes, também é verdade, k td isto serve p caminharmos, crescermos, e tudo mudará, para o bem, p o amor, p esta compreensão que nós clamamos. tudo chegará no seu tempo, e espaço certo... n duvides disto, nunca, e esperança, n é um sonho, n é um algo inventado, a esperança, serve p sabermos q o k hj n é, amanhã pode ser... e será... s assim tiver d ser.... obrigado... e beijinhos, mtss

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket