Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Tão difícil...

Tão difícil,

tocar a melodia deste mundo,

percebê-la, entendê-la,

os seus ideais, os seus itens banais,

tudo gera confusão,

numa tão simples definição.

Vou, acredito, deixo-me ir,

e logo, um reflexo de um dissentir,

uma incompreensão,

uma triste vocação,

de querer revestir este envolto,

de um revogado imergir.

E depois, aqui deixo-me deambular,

por entre, uma dor de um estar,

por um entre um querer-me adaptar;

mas como se pode praticar,

se não sou este andar,

se não quero este ornamentar…

Nem tu vens, nem eu consigo desencobrir,

o mágico lugar, do procurado sorrir,

mas na preserverança, nasce a esperança,

e na tua vinda, uma mudança.

Assim, contigo, um novo sopro nasceria,

seria… Um voo de asas cruzadas,

de almas amadas,

um elevar de um estar,

num comprometido abraçar,

um tudo ser e dar,

um tudo receber e amar.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 10:52
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Melody * a 28 de Agosto de 2008 às 17:37
=')
perfeito.
Como sempre voo com as tuas palavras.
Mágico, completamente mágico.
Amo cada letra, cada palavra, cada virgula e cada frase.

Posso fazer uma pergunta ? hum
Alguma vez, quiseste chorar e não conseguiste?
Alguma vez quiseste escrever e as palavras não saissem tal como te sentias?

.. Eu sinto-me assim..
é como se só chorasse por dentro :x e quando choro o que é raro é só quando venho aqui, só quando leio aquilo que tens para dar..
Porque de resto, por muito que doa, não choro, parece que as lagrimas secaram, parece que as palavras voaram...

Desculpa o desabafo.

Beijinhos e Bom dia
De flipe a 28 de Agosto de 2008 às 20:42
obrigado...mt, mt. mt obg,, e sim, qtas vezes só kria poder-me abraçar, e deixar tdas as minhas lágrimas... escrever, e n conseguir, axo k n, axo k qt mais doi, mas profundamente sai... MAs sei tão bem cm t sentes, ás vezes vai acumulando, acumulando, até k n dá mais p aguentar... mas sabes uma coisa k aprendi á algum tempo atrás? outrora, andava perdido, posso dizer isto, pois realmente nada fazia sentido, e uma das conclusões k cheguei foi q qd amava e n podia amar, eu kria sofrer, nada fazia sentido s n xorar, s n sofrer, pois era como s cm isto m aproximasse mais dakela pessoa... Estupidez, cegueira total, devemos libertarmo nos, e n krermos chorar, nem sofrer, mas sim e tudo fazer p estarmos bem, sorrir... n digo cm isto, k n xore... eu xoro, e tantas vezes preciso tanto d xorar, mas sabemos k td escoa num correcto sentido, e tudo, tudo mm, chegrá qd tiver d chegar.... acredita, e confia... beijinhos e sempre obrigado... e d nda precisas d agradecer.
De Segredos!!! a 28 de Agosto de 2008 às 21:10
Tão tão lindo...

bj***
De NMM a 29 de Agosto de 2008 às 00:58
o mundo está em constate guerra, talvez os teus poemas podessem alertar as cabecinhas para que as grandes revoluções são feitas com amor e em paz, as maiores revolttas não se fazem com armas mas sim com sentiomentos, só assim podemos mudar o mundo, obrigado por escreveres desta forma tão esclarecida e apaixonante
De flipe a 29 de Agosto de 2008 às 16:57
De nada tem que agradecer, mas é verdade o que diz, para quê guerra, para quê esta ânsia de poder, de hipocrisia, de um querer desmedido e cego, quando apenas a paz, o amor, nos faz feliz... isto, e o alimento necessário para nos permitir viver, será o quanto basta... E os meus poemas... são pequeninos gritos, pequeninos segredos, que vou contando, a todos, se estes poderiam mudar algo? não sei, mas seriam-no em verdade, em sinceridade, em amor, em sentimento, tudo de um todo que tantas vezes é dificil tocar e sentir... relativamente á contrução, e toda a parte construtiva, não sei... obrigado.

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket