Sábado, 2 de Agosto de 2008

Não consigo…

Não consigo…

È demais a dor,

é demais a incompreensão,

que sinto em cada situação.

Busco lugares, onde consiga estar,

mas de cada um,

mais um desolar;

mais uma incerteza que se faz nascer,

e em mim, um brusco estremecer.

Eu busco, eu quero, eu preciso desse lugar,

para neste mundo conseguir caminhar.

Onde está? Onde…. Eu te clamo,

faz-te aparecer, faz-te para mim ser.

Serei tão diferente assim, neste interior,

que nada consiga, sem sofrimento, sem dor.

E depois, e depois, onde estás tu…

onde………

quanto falta para o teu surgir,

para podermos juntos fugir.

Estou cansado, tristemente enevoado,

quero voar, quero tudo abandonar,

e partir…

 Mas não antes,

de te encontrar,

e comigo te levar.

Partiremos, e juntos seremos,

e eternamente,

nos amaremos.

 

Filipe.

 

publicado por flipe às 23:02
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Melody * a 2 de Agosto de 2008 às 23:12
Acabaste Comigo!
Isto ...é aquilo que Procuro para explicar aquilo que sinto! Eu...eu nao sei como o conseguiste explicar...tao bem...tao puro...e sincero..tao mágico!
Eu tambem sinto uma dor, talvez diferente da tua, mas doi na mesma, sofremos na mesma, e ninguem parece perceber a razao dessa dor, ninguem parece perceber o porquê dessa dor! e depois queremos um lugar, um sito, só nosso, e talvez daquela pessoa, queremos encontrar um sitio tão puro e mágico que as lagrimas de trizteza nao possam lá tocar.
Mas parece impossivel encontrar...

Eu sinto-m cansada de tudo, tudo ao mesmo tempo se juntou numa bola e foi crescendo e crescendo até explodir e agora estar assim...e a vontade de voar é maior. Voar para um sitio impossivel ou não, mas nosso! ir ter com aquela pessoa, que por vezes nem tens certeza de quem possa ser, mas apenas qeres a pessoa, so qeres qe isso chegue e qe acnteça, e se for apenas um sonho queres que dure e permaneça..para sempre! como se pudesses parar o por-do-sol para ficar a olha-lo sempre que quiseres.

Como um sonho...

Desculpa o testamento..mas até me fez bem...e este poema....este poema arrasou mesmo comigo...acredita

Kissinhos
Obrigado, de certa forma ajudas-me a ultrapassar as coisas com os teus poemas
De flipe a 2 de Agosto de 2008 às 23:27
digo apenas... que compreendo cada palavra que dizes.. apetce-me tb fugir, apetece me ir para esse sitio, onde n sei s existe neste mundo... largaria tudo se soubesse onde está... onde é... e largaria igualmente td, p perto dessa pessoa k n sei onde está, se está, se algum dia aqui vai estar....... e deixa-me dizer te algo, podes sempre escrever, mais, menos....o tamanho, é indiferente, qd achares, melhor, qd sentires, que está bom, tem o tamanho certo... á dias k apenas uma palavra bastaria para tudo dizer, noutros é necessário muitas, e muitas... pois são necessárias q saem, q sintam, e q alguma forma, n nos magoem...
E sim, tb eu procuro este por d sol, mas tal como dizes, q n seja um momento, um instante, mas q seja, em cada dia, em cada hora, em cada segundo, um momento de magia, de total entendimento, entre nós, o alguém, e tdos os outros q façam parte do nosso dia a dia... quão dificil é axar este lugar...
mas apesar de tudo a experança, nunca morre, e cada dia, é um novo dia, um nova aman´hã, um novo começo... em que td pode acontecer..........
beijinho e bg
De blueye a 3 de Agosto de 2008 às 01:03
oi
ao ler ixu notei k xintu o mxm e exa axu k é uma dax dorex k doi maix... é komo uma expada nox traxpaxaxe... mx temox k aprender a viver c exa dor k maix xedu ou maix tarde volta pa maix uma lagrima levar...
De flipe a 3 de Agosto de 2008 às 15:50
verdade, pura verdade aquela que dizes, e que eu levemente, ofuscadamente, procurei dizer... é realmente uma espada que magoa, que não corta, mas que fere, pois são demais os sitios, os lugares, onde tais lâminas existem, e friamente nos ferem, não sangrando, mas muito magoando... e as lágrimas, são o sangue, que esta espada, faz jorrar, impiedosamente... beijinhos e obg pelo teu coment

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket