Sábado, 28 de Junho de 2008

Como a folha que desprende...

Como a folha que desprende,

assim eu, não quero sonhar,

e como ela, deixo-me,

até ao chão chegar.

 

Já gritei, já disse precisar,

já implorei, já disse querer amar,

juntei textos, destorci realidades,

mostrei verdades.

 

Nos reflexos recebidos, alguns breves,

outros inexistentes,

raros os persistentes,

o agora, inexistentes.

 

Não sou eu, ninguém deixou-me ser,

não és tu, não me deixaste ver,

não é o sentir, nem tão pouco o mentir,

cada letra, é uma palavra, uma parte de mim.

 

Já chorei a escrever,

já sonhei, a responder,

não toquei, não vi, não senti,

não pude citar, nem abraçar.

 

Findo o desabafo,

reaparece o sonho,

o reflexo sempre esperado,

o sempre procurado.

 

A brisa sopra de novo,

e a folha que sou, levanta,

para uma nova esperança,

a de ler, a que comigo vai ser.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 14:03
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Artemisa a 28 de Junho de 2008 às 16:24
Bonito!

Beijinho*

Diana
De flipe a 28 de Junho de 2008 às 21:47
Brigado Diana... ainda bem q gostaste...
deixo te uma flor , neste dia d calor...
e uma estrela cadente , para quando ela passar, um desejo te poder realizar...
beijinhos e bg........
De Artemisa a 28 de Junho de 2008 às 21:52

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket