Sábado, 14 de Junho de 2008

Uma lágrima que desliza...

Uma lágrima que desliza,

em solitário coração,

uma pétala que esvoaça,

numa tarde solidão.

 

Uma ternura aberta,

de um carinho sonhado,

num vazio que arrepia,

num ser não amado.

 

Um senão, um então,

num querer de junção,

em dúvidas sem medo,

num desejo, um enredo.

 

Uma história, um fundamento,

um amor, um eterno momento,

um sentimento atento,

o querer, o desejar, o precisar,

te ver, te conhecer, te abraçar, te tocar,

em tudo, em tudo te Amar.

 

Filipe

 

publicado por flipe às 14:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

relojes web gratis

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Fim.. e o renascer.

. Docemente...

. simplesmente caio.

. Os dias escorrem..

. Brisa

. Inspiração

. Só.

. Acordo, e abraço-me.

. Aqui estou...

. onde estás.....? quem és....

Hug
Photobucket